Dourados/MS, Segunda-Feira, 23 de Julho de 2018 | 09:10
27˚
(67) 3042-4141
Colunistas
Segunda-Feira, 26 de Setembro de 2016, 18h:03
Tamanho do texto A - A+
Colunistas

Troca de farpas entre Geraldo, Renato e Délia marcam debate da TV Morena em Dourados

Da coluna Entrelinhas da Notícia

Por Marco Eusébio
Artigo de responsabilidade do autor

Reprodução de vídeo TV Morena

Coluna Marco Eusébio

Debate da TV Morena reuniu Délia, Geraldo, Renato e Wanderlei

A troca de farpas do deputado federal Geraldo Resende (PSDB) com outros dois candidatos, o deputado estadual Renato Câmara (PMDB) e a vereadora Délia Razuk (PR), esquentou o último bloco do debate da TV Morena, afiliada Globo MS, com candidatos à Prefeitura de Dourados na noite anterior, que contou ainda com Wanderlei Carneiro (PP).

RENATO X GERALDO – Primeiro, Câmara questionou a "incoerência" de Geraldo por críticas à gestão do prefeito Murilo Zauith, do PSB, que apoia sua candidatura. Resende respondeu que critica secretários da prefeitura, que dividem seus apoios com Renato e Délia. Na réplica, Câmara citou que Geraldo tem "incoerência desde o início", "quando começou no PMDB, foi pro PSDB, depois foi pro PPS, voltou pro PMDB, depois, agora, o senhor tá no PSDB novamente". Geraldo respondeu que Renato deveria se preocupar "com a sua aliança", dizer que "ele fez um acordo com o PT", e disse que saiu do PMDB porque "tomou rasteira" por duas vezes do comando da sigla quando tentou ser candidato a Prefeitura de Dourados.

GERALDO X DÉLIA – Depois, Geraldo afirmou que Délia teria apoios do ex-senador Delcídio, do ex-governador Zeca do PT, do Carlinhos Cantor, do Raufi Marques do Lupércio Marques e perguntou se essas pessoas vão fazer parte de sua "possível administração". Delia respondeu que o compromisso dela é com o povo de Dourados e disse considerar que Geraldo "não tem compromisso com quem lhe elegeu deputado federal" porque fica "pulando no meio do caminho." Geraldo então questionou Délia sobra qual papel o marido dela, o ex-deputado Roberto Razuk, teria em sua eventual administração. Irritada, Délia cobrou respeito dizendo que não pergunta qual será "o papel da usa esposa, porque a conheço e respeito". E ao concluir a vereadora afirmou que quer ser prefeita "para defender as mulheres que enfrentam preconceito até de políticos que não aceitam que uma mulher possa tomar decisões sozinha".

Veja aqui os vídeos do debate no site da emissora, o G1 MS.

 

 

 Leia a coluna de hoje clicando aqui em Marco Eusébio in Blog

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix