Dourados/MS, Domingo, 26 de Maio de 2019 |
27˚
(67) 3042-4141
Cotidiano
Sexta-Feira, 05 de Abril de 2019, 09h:54
Tamanho do texto A - A+

Délia diz que Geraldo Resende criou “clima de mal-estar político” com matéria da SES

Em nota, assessoria revela que afirmação do investimento em R$ 8 milhões não vieram para as contas do município

Renato Giansante
De Dourados para o Capital News

A. Frota/PMD

Délia diz que Geraldo Resende criou “clima de mal-estar político” com matéria da SES

Délia acusou Geraldo Resende de não contribuir com o problema da Saúde com a matéria

A prefeitura de Dourados divulgou uma nota rebatendo uma matéria divulgada pela Secretaria de Saúde do Estado (SES) onde afirmava ter investido R$ 8 milhões no primeiro trimestre de 2019 no município. Segundo a nota, a afirmação criou um “clima de mal-estar político” e acabou confundindo a população.

 

De acordo com a prefeitura, o dinheiro investido pela SES não entrou na conta do município como, segundo a nota, dá a entender a manchete da matéria.  “O dinheiro anunciado neste primeiro trimestre foi para atendar às demandas do Hospital Regional e para pagar contratos de locação de equipamentos que o Governo do Estado cedeu para o Hospital da Vida, Unidade de Pronto Atendimento (UPA) e Clínica da Mulher”, afirmou a prefeitura.

 

A explicação é para a população douradense entender que “os recursos não foram destinados para a atenção básica nem para a manutenção do Hospital da Vida e muito menos para custear a realização de cirurgias de alta complexidade, que fica por conta da Secretaria Municipal de Saúde”.

 

A prefeita Delia Razuk afirmou que o comportamento do secretário de Saúde, Geraldo Resende, ao fazer este tipo de divulgação não contribuiu para a solução dos problemas enfrentados na área de saúde.

 

“Na matéria enviada para a imprensa pela secretaria estadual de Saúde consta apenas que o Hospital Regional realizou em um ano 1.800 consultas e 1.133 cirurgias de média complexidade, resultando uma média de 22 consultas por dia e seis cirurgias diárias. Apenas para exemplificar, a UPA de Dourados realizou em apenas um dia, esta semana, quase 800 consultas, mais que o Hospital Regional faz em um mês de atendimento”, afirmou.

 

Délia ressalta que Dourados atende uma população de quase um milhão de habitantes, de quase 35 municípios das regiões da Grande Dourados, Conesul, Vale do Ivinhema e Sul-Fronteira, e não é justo que um representante do Governo do Estado vá à imprensa para confundir as cabeças das pessoas, demonstrando má intenção, querendo criar problemas políticos e instaurar crises institucionais entre a Prefeitura e o Governo do Estado.

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix