Dourados/MS, Terça-Feira, 16 de Outubro de 2018 | 00:28
27˚
(67) 3042-4141
Cotidiano
Terça-Feira, 09 de Outubro de 2018, 14h:17
Tamanho do texto A - A+

Prefeita espera entregar 353 casas após aporte financeiro

Autorização de R$ 456 mil é para agilizar o processo de finalização das residências ainda em 2018

Renato Giansante
De Dourados para o Capital News

Divulgação/PMD

Prefeita espera entregar 353 casas após aporte financeiro

Prefeita durante a assinatura do aporte financeiro para as obras

Buscando agilizar as obras de 353 casas, a prefeita de Dourados, Délia Razuk (PR) assinou nesta segunda-feira a autorização de aporte financeiro de recurso da ‘fonte zero’, no valor de R$ 456 mil. As residências em construções ficam no residencial Campina Verde I e II, situado no Bonanza e a previsão de entrega, segundo a Agência Municipal de Habitação e Interesse Social (Agehab) é ainda neste ano.

 

Délia lembrou que os imóveis foram direcionados para pessoas que se enquadram nas exigências do programa. “Temos trabalhado para investir em moradia e diante da demanda existente buscado atender nossa população. A Agehab cuidou de destinar as residências a quem realmente precisa e tudo com muito qualidade”, destacou.

 

O residencial pertence ao programa Entidades, do Ministério das Cidades, com recursos do Minha Casa Minha Vida, do Governo Federal, e foi desenvolvido com a Comunidade Organizada em Defesa de Moradia nas Ocupações Irregulares, Famílias Sem Moradia no Mato Grosso do Sul e apoio do Governo do Estado.

 

A reunião onde ocorreu a assinatura do recurso contou as presenças do diretor presidente da Agehab, Duhan Sgaravatti, juntamente a equipe técnica e representantes da Comunidade Organizada em Defesa de Moradia nas Ocupações Irregulares, Famílias Sem Moradia no Mato Grosso do Sul.

 

O procurador do município Sérgio Henrique Pereira Martins de Araújo relatou alguns entraves com problemas na seleção dos contemplados com as residências.

 

“Por determinação da prefeita, ampliamos os trabalhos. A Ageahb atuou com muito rigor e o levantamento social foi muito intenso. Desabilitamos mais de 90 contemplados anteriores que não se enquadravam nas exigências e colocamos quem realmente precisava”, disse.

 

 

As residências possuem 45 m² cada. O residencial será entregue com asfaltamento e toda infraestrutura exigida pela Caixa Econômica Federal.

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix