Dourados/MS, Quinta-Feira, 23 de Maio de 2019 |
27˚
(67) 3042-4141
Economia
Sábado, 08 de Dezembro de 2018, 10h:06
Tamanho do texto A - A+

Procon de Dourados apresenta divulga pesquisa de produtos da ceia de Natal

O levantamento envolveu 10 estabelecimentos comerciais da cidade

Leonardo Barbosa
Capital News

Internet

Procon de Dourados apresenta divulga pesquisa de produtos da ceia de Natal

A maior diferença verificada entre produtos com menor e maior preço foi de 44,3%

A Prefeitura de Dourados, por meio do setor de fiscalização/pesquisas do Procon, realizou nesta semana, a primeira pesquisa de produtos de ceia de natal 2018. O levantamento envolveu 10 estabelecimentos comerciais da cidade. Foram pesquisados preços de panetones, carnes (aves, suína, bovina e peixe), frutas, enlatados e bebidas, num total de 53 itens.

 

De acordo com o órgão, foram encontrados 18 produtos com diferença superior a 100% do estabelecimento com menor preço para o de maior preço.

Ainda conforme o Procon, esta pesquisa apresentou queda de 2,8% no preço médio dos produtos encontrados em todos os estabelecimentos em relação à pesquisa publicada no dia 18/12/2017.

 

Nos estabelecimentos onde foram encontrados todos os produtos da pesquisa a diferença verificada entre o com menor preço e o com maior preço foi de 44,3%.

 

Entre os produtos desta pesquisa as maiores diferenças constatadas entre o maior e o menor preço foram: paleta suína kg - menor preço: 5,99, maior preço: 28,90 – diferença:  382,47 %; panetone chocotone 500 gr – menor preço: 5,99, maior preço: 25,50 - diferença: 325,71%; frutas cristalizadas 1 kg – menor preço: 9,50, maior preço: 35,96 - diferença: 278,53%; damasco seco 1 kg - menor preço: 17,90, maior preço: 54,16, diferença: 202,57; e, sidra tradicional maçã 660 ml, menor preço:  3,89, Maior preço: 12,90, diferença: 231,62%.

 

O Procon alerta que consumidor deve efetuar uma cuidadosa pesquisa de preço, avaliando sempre a relação preço x qualidade, ficar atento às informações contidas nos rótulos, como peso, data de fabricação, prazo de validade e condições de conservação. Deve ser sempre considerado o custo benefício do deslocamento no caso de estabelecimentos que estão apresentando produtos mais baratos que o da sua região. Por fim, o consumidor deve sempre exigir a nota fiscal no ato da compra.

 

O telefone do Procon Dourados é 151 ou 3411-7754.

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix