Dourados/MS, Domingo, 19 de Novembro de 2017 | 11:02
27˚
(67) 3042-4141
Rural
Sábado, 31 de Dezembro de 2016, 08h:16
Tamanho do texto A - A+

Agraer avalia investimentos feitos na agricultura familiar em 2016 e projeta ações para 2017

Ações trazem capacitação, conhecimento e tecnologia para o setor.

Flavia Andrade
Capital News

Divulgação/Assessoria

Agraer avalia investimentos feitos na agricultura familiar em 2016 e projeta ações para 2017

Ações trazem capacitação, conhecimento e tecnologia para o setor.

Com entregas de equipamentos agrícolas, facilitação ao acesso a terra, incentivo as linhas de crédito e criação de programas de Ater (Assistência Técnica e Extensão Rural), a Agraer investiu duro em alternativas para fortalecer a agricultura familiar de Mato Grosso do Sul no ano de 2016.

A frente da gestão da Agência, o diretor-presidente, Enelvo Felini, contabiliza o saldo positivo da instituição e vislumbra as ações para 2017. “A Agraer tem prestado bons trabalhos com cursos, assistência técnica e elaboração de projetos para acesso ao Pronaf nos 79 municípios do Estado. Nós temos agricultores que estão plantando mais de 20 hectares de abacaxi. Então para o próximo ano, eu não tenho dúvidas que nós vamos diminuir mais de 20% de importação do abacaxi que geralmente vem de Minas Gerais e São Paulo”, diz.

Para o Plano Safra da Agricultura Familiar 2016/2017 já foram contabilizados 3.429 contratos (2.265 de custeio e 1.164 de investimento) que representam R$ 108.239.949,54 acessados dos R$ 241 milhões deixados à disposição da agricultura familiar do MS desde julho deste ano. “Queremos avançar mais com os números de acesso no Estado. Contudo, se considerarmos o ano de crise econômica que se instalou no País é um valor considerável. A cautela é uma característica em tempos difíceis, mas nada que impeça novos avanços”, avalia Felini.

Divulgação/Assessoria

Agraer avalia investimentos feitos na agricultura familiar em 2016 e projeta ações para 2017

Ações trazem capacitação, conhecimento e tecnologia para o setor.



Em termos de novas ações, os agricultores familiares devem ser beneficiados também com quatro novos projetos, além da construção da Ceasa de Dourados. “É uma obra que não deve passar dos R$ 5 milhões. Sabemos que há 14 anos já se pensou em algo parecido, mas que não passou disso. Quanto aos novos programas temos três na mesa do governador para aprovação os programas: Peixe Vivo, Quintal Produtivo e o Melhoramento Genético, com este último queremos inseminar 2 mil vacas ano até 2018. Além do projeto de erva-mate, que há R$ 2,7 milhões na conta da Agraer para fomentar o plantio entre os agricultores familiares”, explica o diretor-presidente.

Divulgação/Assessoria

Agraer avalia investimentos feitos na agricultura familiar em 2016 e projeta ações para 2017

Ações trazem capacitação, conhecimento e tecnologia para o setor.

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix