Dourados/MS, Sábado, 18 de Agosto de 2018 | 17:53
27˚
(67) 3042-4141
Saúde
Segunda-Feira, 11 de Dezembro de 2017, 12h:04
Tamanho do texto A - A+

Funcionários do Hospital da Vida sinalizam greve nesta semana

Protesto contra o escalonamento dos salários de novembro mobilizou servidores nesta segunda

Rogério Vidmantas
De Dourados para o Capital News

Divulgação/CFHV

Hospital da Vida

Servidores fizeram protesto em frente ao HV nesta segunda-feira

 

Funcionários dos três turnos do Hospital da Vida, em Dourados, fizeram protesto na manhã desta segunda-feira (11) contra o escalonamento dos salários que atinge parte dos servidores. De acordo com a Associação dos Funcionários do HV, uma nova paralização e assembleia deve acontecer ainda nesta semana para decidir sobre a possibilidade ou não de greve.

Segundo o presidente da associação, Robinson Adriani Roque Dauzacker, o teto de pagamento em outubro foi de R$ 3.300, em novembro R$ 3.800 e o dirigente reclama da falta de comunicação aos funcionários. “Ninguém avisou que haveria atraso nos salários ou que estes seriam pagos de forma parcial. Em conversa com o Departamento Pessoal, foi passado para mim, que seria efetuado o pagamento de 95% dos honorários, atingindo o teto de R$ 5 mil, mas não aconteceu”, afirmou.

O não pagamento integral de parte dos servidores é explicado pelo repasse insuficiente à Fundação de Serviços de Saúde de Dourados (Funsaud). “Foi repassada uma quantia ‘x’, mas não conseguimos cobrir todos os funcionários, precisamos fazer o escalonamento como a prefeitura tem feito”, disse o diretor-presidente, Américo Monteiro Salgado Junior.

Para Américo, o pagamento integral ainda não está descartado, mas só acontecerá se a Funsaud receber outros recursos. “Nós estamos correndo atrás desses pagamentos, inclusive solicitamos à Câmara Municipal que repasse dinheiro para a prefeitura, assim poderemos pagar todos os servidores de forma integral, até porque, esse é o nosso objetivo, realizar o pagamento total”, completou.

Além dos salários, há também a preocupação dos servidores em relação ao 13º salário, que deve ser pago até o dia 20 deste mês. Ainda nesta segunda, Robinson Dauzacker e Américo Monteiro se reuniriam para discutir essas situações.

NENHUM COMENTÁRIO

Clique aqui para "COMENTAR ESTA NOTÍCIA" e seja o primeiro a comentar!
Nenhum comentário ainda, seja o primeiro!

LEIA MAIS SOBRE ESSE ASSUNTO

Trinix